Presidente da Câmara municipal de Palmitos-SC visita à sede da UVB em Brasília-DF

Presidente da Câmara municipal de Palmitos-SC visita à sede da UVB em Brasília-DF

Presidente da Câmara municipal de Palmitos-SC visita à sede da UVB em Brasília-DF

Presidente da Câmara municipal de Palmitos-SC visita à sede da UVB em Brasília-DF

 

O presidente da Câmara municipal de Palmitos, Santa Catarina, Caciano Sartori (MDB-SC) esteve na tarde desta sexta feira (25/10), visitando a sede da UVB em Brasília/DF.

Caciano está na capital federal realizando uma capacitação para melhorar seu mandato e levando as demandas do município junto aos deputados e aos  Senadores do estado

 

Saiba mais sobre Palmitos:

Palmitos é o nome que o município leva é pela existência no local de palmeiras nativas da Mata Atlântica, conhecidas como palmito.

Em 1926, agricultores vindos do Rio Grande do Sul começaram a construir casas, onde hoje se situa a Linha Cascalho, no sul do município. O engenheiro alemão Carlos Culmey liderava o grupo formados pelas famílias Otto, Bortolanza, Trenepol, Knapp e Daenek entre outras, sendo que maioria destes colonos eram descendentes de alemães e italianos.[6]

O primeiro a morar na cidade foi Fernando Otto, que construiu um grande casarão, depois um grande hotel que abrigava compradores de terra do Rio Grande do Sul.[6] Em 1938, o então distrito de Chapecó passou a chamar-se Passarinhos e, em 1947, foi denominado Palmitos, sendo desmembrado de Chapecó em 1953.

Palmitos fica à margem da SC-283, 16 km a oeste de São Carlos. Vindo de Chapecó pela SC-283, a distância é de 65 km. Vindo do sul pela BR-158, a distância é de 216 km. Em Palmitos também existe a Rodovia Claumir Luiz Trevisol que é um acesso até o distrito de Santa Lúcia.

Festa do Colono e Motorista é a festa mais tradicional da cidade e ocorre há mais de 40 anos. É comemorada no dia 25 de julho com bailes, jantares e o desfile dos colonos e dos caminhoneiros. Festa do Vinho Colonial e Expoleite  Ocorre há 14 anos no Centro de Exposições da Cidade (CTG Porteira d’oeste). A festa movimenta mais de 30 mil pessoas em seus 3 dias de duração e acontece a cada 2 anos. Muitas bandas já tocaram na festa, tais como Gian e Giovani, MERCOSUL entre outras.

Share This:

uvbbrasil


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Themetf